Projeto Plá – Por um Lugar Adolescente

24 Oct

 

 

 

 

Alunos de Campo Largo apresentam dias 25 e 26  resultados do projeto Plá – Por um Lugar Adolescente

 

 

Pense em um espaço de fala, de conversa, de troca de ideias, onde os participantes, todos adolescentes, podem refletir sobre temas importantes e que se fazem presente no seu dia a dia. Este espaço existe, desde março deste ano, e recebeu o nome de Plá – Por um Lugar Adolescente. Criado pela Parabolé Educação e Cultura a pedido da Secretaria Municipal de Ação Social de Campo Largo, o Plá trabalha questões importantes como relacionamentos afetivos, sexualidade, drogas lícitas e ilícitas, juventude, protagonismo e tudo aquilo que a nova fase da vida trás de mudança nos seus corpos e relações sociais.

No próximo dia 25, no Colégio Estadual Djalma Marinho, às 11h e às 13h45 e, no dia seguinte,  26, nos mesmos horários, no Colégio Estadual Professora Edith, 50 alunos vão apresentar os resultados de todos estes meses de trabalho, com destaque para a oficina circo e mensagens dos adolescentes sobre seus sonhos, medos, angústias e realizações.

O trabalho acontece semanalmente, todas as quintas feiras. São dois grupos por escola e os encontros tem duração de três horas, sempre no contraturno escolar.  O projeto inclui oficinas artísticas com foco no objetivo de propiciar e desenvolver através da arte um conhecimento sobre si e sobre o outro. “Através da arte, os alunos podem expressar suas ideias e tudo o que eles consideram importante passar para seus colegas de escola. Os participantes são convocados a serem agentes ativos da construção de seu próprio posicionamento, diante dessas questões, sendo assim ‘protagonistas de suas próprias vidas’”, diz Soledad Fernandez, coordenadora geral do projeto.

 

A educadora Mariana Corrêa de Azevedo ministra oficinas sobre adolescência, sexualidade, prevenção ao uso de drogas e protagonismo juvenil, com alunos do 6º ao 9º ano, do ensino fundamental, do Colégio Estadual Djalma Marinho.  Para ela, nas escolas existem poucos espaços para que os adolescentes possam expressar outros potenciais, não apenas ligados ao seu aproveitamento no âmbito curricular formal. “O Plá vem para criar novos circuitos de sociabilidade e aprendizado coletivo. Um aprendizado que percebe cada aluno enquanto um sujeito inteiro, na sua dimensão afetiva, diante das inseguranças típicas da chegada à adolescência e de comportamentos muitas vezes olhados com desconfiança por pais e educadores”.

 

Serviço

Plá – Por um Lugar Adolescente
Dia 25/10:
 Colégio Estadual Djalma Marinho (Campo Largo)
Horários: às 11h e às 13h45
Dia 26/10:
 Escola Professora Edith (Campo Largo)

Horários: às 11h e às 13h45

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: