Apetit é a que mais contrata mulheres no Brasil

13 Sep

A Apetit Serviços de Alimentação foi a primeira colocada entre 1.013 empresas brasileiras em número de contratação de mulheres, segundo a pesquisa realizada pelo Instituto Great Place to Work e divulgada pela revista Época, em agosto. Com 90% do quadro feminino, a Apetit tem atuação em 11 estados brasileiros, 153 restaurantes corporativos e mais de 100 mil refeições por dia.
Segundo a gerente de Marketing da Apetit, Alessandra Oldembergas o número feminino no quadro de colaboradores acaba sendo expressivo devido principalmente aos cargos oferecidos, como cozinheiras, auxiliares de cozinha e nutricionistas, por exemplo. “São cargos onde as mulheres se identificam mais, pois exigem uma delicadeza e cuidado maior com as pessoas que são atendidas”, diz ela.

Alessandra explica que o tratamento a todos os colaboradores é igual, visto que o foco da Apetit é cuidar de pessoas, mas como a empresa precisa contar com o comprometimento e integração dos profissionais, cria estratégias de motivação e programas especialmente para as mulheres, como o Mamãe Apetit, realizado através do Instituto Apetit de Educação. O programa fornece às colaboradoras grávidas uma carteirinha de Controle do pré-natal e orientações sobre como proceder como participante do Mamãe Apetit. O acompanhamento da gravidez é feito periodicamente pelo departamento de RH, com o auxílio de psicólogos e assistentes sociais, e 45 dias antes do nascimento do bebê a colaboradora recebe um kit com produtos variados, como fraldas e outros itens de higiene.

Segundo Alessandra, não existem políticas específicas às mulheres na Apetit, já que todos os líderes são treinados e orientados para o modelo de gestão da rosa dos ventos Apetit, que contempla: Cultura Apetit, Respeito pelas Pessoas, Satisfação do Cliente, Resultado Operacional, Excelência Técnica, Parceria Transparente e Responsabilidade Social.

Quadro feminino em evidência também no setor estratégico
A contratação de mulheres nas empresas é uma tendência, bem como a colocação das mesmas em cargos estratégicos. Isso é mostrado na pesquisa divulgada recentemente pelo Research Institute, centro de pesquisa do banco Credit Suisse, que aponta o crescimento do número de mulheres nos conselhos das companhias de diferentes partes do mundo. No Brasil, de acordo com a pesquisa, em 2005, apenas 30% das empresas tinham mulheres como membros de conselho. No ano passado, mais de 42% delas mesclaram seus conselhos de administração. A pesquisa mostra também que as companhias que mantiveram uma ou mais mulheres em seus conselhos cresceram, em média, 14% nos últimos seis anos. Já as empresas sem mulheres cresceram 10% no mesmo período. O estudo foi realizado com cerca de 2,4 mil companhias, de diferentes setores e regiões do mundo.

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: