Wikileaks, por MarieliCastioni

24 Aug

Você concorda com o Wikileaks? Sim

È jornalismo? Sim

Se sim, por quê? Confira abaixo

 

Primeiro de tudo eu queria começar este texto, esclarecendo que sob a minha opinião, o Wikileaks é a forma de jornalismo do futuro, um jornalismo investigativo que busca apenas achar as provas de coisas que estejam acontecendo ao redor do mundo, e que ninguém sabe. Obter documentos está tão fácil hoje em dia, que qualquer um que entenda mais ou menos de internet, terá acesso a esses papeis.

A forma do Wikileaks usa para ‘trabalhar’ é uma forma básica, ele ‘acha’ documentos e investiga o mundo por traz disso, o que lembra bem o nosso jornalismo investigativo, pois buscamos sempre desvendar o mistério por de traz dos papeis e assim expor pessoas ou corporações que estejam ‘faturando’ por cima disso, acrescentando e fixando, Sou a favor do Wikileaks, e acho sim uma forma de jornalismo.

Agora vejamos, no documentário do Wikirebels, ele mostra vários casos, e um deles é bem desumano, o ataque de um helicóptero Apache estado-unidense, matando pelo menos 12 pessoas. Aparecem nitidamente, eles matando e rindo, um fato real e triste.

Quando isto veio a tona pelo Wikileaks, as pessoas por tras disso tentaram esconder ou se justificar, o que não corresponde a nenhum nem outro, no documentário, mostram também como pessoas que tentam desvendar a verdade, sofre com isso, quando se ‘mete’, com pessoas influentes ou lugares, como foi o caso de acusarem o Julian Assange (porta voz oficial) de abuso sexual quando ele chegou na Suécia.

Tentar derrubar quem se preocupa com a verdade e com quem busca além de tudo, mostrar a realidade, é do nosso cotidiano, vemos isso sempre e já sabemos que é assim que funciona. Mais como uma pessoa só não muda o mundo, vários seguidores do wikileaks, se espalharam por ai para fazer isso crescer e se tornar amplo, e não estou puxando isso para o EUA não, pois ele não é o único com mais descuidos de informações Brasil entra nisto também em vários casos, 13 para ser exato.

Não é só porque o Wiki, ‘recebe’ documentos secretos, por meios digamos que, proibidos ( maioria hackeados) que isso reflete no seu verdadeiro projeto que é desvendar e mostrar a verdade por de traz desses documentos.

VEJA- O WikiLeaks dedica-se a divulgar na internet informações sigilosas, geralmente relacionadas à diplomacia. No mais recente vazamento, foram publicados mais de 5 milhões de e-mails confidenciais da Stratfor, empresa americana privada de inteligência e análise estratégica. As mensagens eletrônicas, datadas entre julho de 2004 e dezembro de 2011, revelaram o uso de “redes de informantes, estruturas de suborno, técnicas de lavagem de dinheiro e o emprego de métodos de cunho psicológico”, afirma um comunicado do WikiLeaks. O dono do site, Julian Assange, está em prisão domiciliar na Grã-Bretanha, enquanto aguarda julgamento que decidirá sua extradição (ou não) à Suécia, onde responde por crimes sexuais.

É incrivelmente difícil remeter uma opinião mais centrada sobre isso, pois era um fato que eu não tinha conhecimentoaté então a sua aula, pois eu sabia sim que havia vazamentos de documentos diplomáticos, mas não, que na frente disso tinha uma corporação com varias pessoas e contribuintes.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: